Bancários de Florianópolis realizam ato em defesa dos bancos públicos

Nesta quinta-feira, 6, bancários de Florianópolis realizaram ato no centro da cidade, com o objetivo de despertar na população a importância deles compreenderem a Campanha em Defesa dos Bancos Públicos ” Se é publico é para todos”.

Por orientação do Comando Nacional dos Bancários, sindicatos da categoria em todo o país realizaram manifestações em defesa dos bancos públicos nesta data. O Dia Nacional em Defesa dos Bancos Públicos foi um protesto contra ameaças proferidas por representantes das direções dos bancos e membros de governos, que têm a intenção de fragilizar as empresas e vender seus ativos.

Durante a atividade os bancários denunciaram e esclareceram que há uma ideologia de desmonte dos bancos públicos com prejuízo à população e aos trabalhadores bancários. Na Caixa, por exemplo, o governo passou os últimos dois anos preparando o fatiamento. Já tivemos PDVs, fechamento de agências e de setores inteiros. Com isso, o governo federal ataca a imagem da empresa, os bancários são pressionados a trabalhar mais, o nível de atendimento cai e fica aquela imagem de que banco público atende mal e por isso tem que ser vendido.

No Banco do Brasil, fechamento de agências pressão sobre os funcionários, denúncias de assédio moral, o fechamento de vários setores, as transferências sem negociação e, para piorar, planos de acabar com a Cassi, a Caixa de Assistência à Saúde dos bancários do Banco do Brasil. Quer dizer, desmontam o maior banco público do país, o volume de trabalho cresce e, se os bancários adoecem, encontram um plano de saúde precário.

A mesma metodologia de desmonte afetou o Banrisul. E foi acionada pelo governo do Estado do RS. Sartori chegou a vender ações do Banrisul em dois pregões na B3, A Bolsa de Valores de São Paulo, em abril. Essas operações chegaram a ser investigadas por órgãos de controles estaduais e federais, como a Polícia Federal, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e o Ministério Público do estado (MPE).

Os bancários ainda alertaram a população para o fato de que os bancos públicos desempenham uma função social que os bancos privados se negam a cumprir. O Brasil, apesar de contar com um sistema financeiro reconhecidamente desenvolvido e rentável, possui alto índice de exclusão da população em relação ao acesso aos serviços financeiros.

 

SEEB Floripa

 

 

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar