Assembleia dos Banrisulenses debate Reestruturação do banco

Assim que a diretoria do Banrisul anunciou o fechamento de 2 agências em Florianópolis, além de outras 14 pelo país, o SEEB Floripa começou a trabalhar para compreender o alcance da reestruturação e atuar em defesa dos bancários do banco público. Após realizar atividades nas unidades que o banco tem intensão de fechar dialogando com funcionários, dos transtornos que estas medidas irão causar, nesta segunda-feria, dia 09, a direção do SEEB reuniu bancários e assessoria jurídica no auditório do Sindicato para debater alternativas para barrar e/ou diminuir os impactos da reestruturação anunciada pelo banco.

IMG-20171009-WA0069

Na reunião da noite desta segunda-feira, os Dirigentes do SEEB e funcionários do Banrisul, Cleberson Pacheco Eichholz e Jacir Antônio Zimmer, acompanhados da assessora jurídica do Sindicato, Susan Zilli, buscaram esclarecer o contexto que envolve a decisão do Banrisul de fechar várias agências do banco fora do Estado do RS e as alternativas para minimizar os impactos desta decisão.  A Diretoria do SEEB Floripa tem dialogado com representantes da Sureg para obter maiores informações, inclusive no inicio deste mês antes do anuncio oficial do fechamento das unidades participaram de uma reunião com o Superintendente Regional Aguinaldo Rehfeld e Superintendente de RH Gaspar Saikoski, nesta conversa os diretores do SEEB deixaram claro que a entidade irá buscar fazer de tudo para preservar o emprego e os direitos dos colegas.

Com relação a atitude do banco de tentar transferir os bancários destas agências para unidades do RS o departamento jurídico do Sindicato orientou os trabalhadores que não devem solicitar transferência para locais que não tenham intensão de atuar, pois baseado no preceito constitucional da manutenção da unidade familiar e proteção a família  a realocação deverá se dar na mesma região metropolitana.

Esta reunião serviu também como alerta aos trabalhadores, pois este ataque aos bancos públicos não está restrito ao Banrisul, pois BB, CEF e até mesmo BRDE estão sob constante ameaça de privatização por conta da postura de diminuição do papel do Estado defendidas pelo Governo Federal e compartilhada pelo Governo do Estado do RS. Por isso, os dirigentes do SEEB reforçaram a importância do engajamento de todos nas atividades em defesa do patrimônio público, lembrando que no dia 13/11 às 19:00 teremos uma Audiência Pública em defesa dos Bancos públicos na ALESC e será fundamental a participação neste debate.

 

SEEB Floripa

 

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar