Nós somos a Chapa 1: “Em defesa da Cassi”

O SEEB Floripa apoia a Chapa 1- Em Defesa da Cassi na eleição, que será realizada de 16 a 28 de março, para a escolha do diretor de Saúde e Rede de Atendimento e integrantes dos Conselhos Deliberativo (dois titulares e dois suplentes) e Fiscal (um titular e um suplente), para mandato de quatro anos.

Desde 2014 à frente da Cassi, a Caixa de Assistência em Saúde dos colegas do Banco do Brasil, William Mendes esteve nesta segunda-feira, 12, em Florianópolis, visitando setores do Banco na capital catarinense. O motivo: ele é candidato às eleições da diretoria da Cassi na Diretoria de Saúde e Rede de Relacionamento, pela Chapa 1 “Em Defesa da Cassi”. Essa chapa é apoiada pelo SEEB Floripa.

William não é nenhum novato no que se refere à luta por melhores condições de saúde e trabalho no Banco do Brasil. Ao contrário. Aliás, já faz parte da diretoria eleita em 2014. O contexto de ataque aos bancos públicos, patrocinado pelo governo Temer, e evidenciado nas reestruturações que condenam agências bancárias por todo o país ao desaparecimento, exige resistência. A Cassi está na mira daquela estratégia dos governos neoliberais, assim como o Banco do Brasil. Atacam a imagem da empresa pública, demitindo, reduzindo financiamentos para políticas públicas. O efeito é devastador. Os clientes passam a reclamar em filas nas agências e pensam que o que é público não funciona.

Mas como a Cassi sente esse impacto? William explica: “A reestruturação pesa bastante porque a base da receita da Cassi é a folha de pagamento. Se enxuga o quadro de funcionários, cai a receita. O governo está trabalhando para enfraquecer o Banco do Brasil. Tira a importância e coloca a população contra o banco”, diz William.

O presidente do SEEB Floripa Marco Silvano, diz que os tempos de desmonte das empresas públicas, estratégia que  Temer exerce sobre o BB, a Caixa, Eletrobrás, Petrobras entre outras empresas públicas, exige colegas experientes à frente das instituições que garantem a saúde dos trabalhadores como é o caso da Cassi. “Apoiamos a Chapa 1 porque os colegas que estão na diretoria da Caixa de Assistência já demonstraram grande competência e apreço pela instituição dos bancários do BB. O tempo é de resistir”, avaliou Silvano.

Conversa com colegas

William Mendes entrou no Banco do Brasil em 1992. Aprendeu logo cedo que o ambiente do banco não favorecia uma cultura de cuidados. Não se pensava sequer que ambiente saudável eleva a qualidade de vida e melhora o desempenho. Eram os tempos de implantação de uma visão de banco privado numa instituição pública. Em Florianópolis, ele levou essa mensagem a vários setores e agências do banco. Esteve acompanhado pelo presidente do SEEB Floripa Marco Aurélio Silvano. “A nossa chapa tem representatividade importante para o momento de destruição dos direitos sociais”, acrescenta William.

IMG-20180312-WA0010

Quem quiser dar uma olhada no currículo de William e saber de sua histórica ligação com a saúde suplementar, pode dar uma passada em seu blog (entre aqui). William também já coordenou, como representante dos trabalhadores, mesas de negociação com o Banco do Brasil durante negociações da Campanha Nacional dos Bancários. “Na nossa chapa temos representação de homens e mulheres de forma equilibrada pré e pós 1998. Também faz parte da nossa chapa o representante no CAREF, o colega Fabiano Amaral. Temos conhecimento de gestão do sistema do banco. Nossa principal proposta é fortalecer o modelo assistencial de atendimento à saúde primária e à saúde da família.”

cassi_chapa_1

Quem é quem na Chapa 1 – Em Defesa da Cassi

Diretoria de Saúde e Rede de Relacionamento

William Mendes de Oliveira

Diretor eleito de Saúde Cassi 2014/18. Atua no fortalecimento do Modelo Assistencial organizado por Atenção Primária e Estratégia Saúde da Família, através das CliniCassi. Gestor das Unidades Cassi e políticas de saúde. Fortaleceu a participação social através dos Conselhos de Usuários, entidades representativas e visitas a associados. Foi representante dos bancários em entidades representativas e coordenou as negociações nacionais no BB.

Conselho Deliberativo

Fernando Amaral Baptista Filho (efetivo)

Aposentado, formado em Administração, Relações Internacionais e Direito. Foi diretor de Seguridade da Previ e representante dos funcionários no Conselho de Administração do BB. Foi presidente do Sindicato dos Bancários do RJ, coordenador da Comissão de Empresa, vice-presidente e conselheiro deliberativo da Anabb

Ana Paula Araujo Busato (suplente)

No BB desde 2005. Bacharelada em Marketing, com pós-graduação em Engenharia Financeira. É diretora do Sindicato dos Bancários de Curitiba (PR).

Fabiano Felix do Nascimento (titular)

É representante dos funcionários no Conselho de Administração, o Caref, e é conselheiro deliberativo eleito da Cassi. Formado em Direito, pós-graduando em Direito do Trabalho, com MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria. Foi presidente eleito do Conselho Fiscal da Previ.

Elisa de Figueiredo Ferreira (suplente)

Graduada em Ciências Econômicas. É conselheira deliberativa eleita da Cassi. Diretora do Sindicato dos Bancários de Campinas (SP). Integrou a Comissão de Empresa dos Funcionários do BB.

Conselho Fiscal

Diusa Alves de Almeida (efetiva)

Aposentada. Bacharel em Ciências Econômicas, com pós-graduação em Administração Financeira e MBA em Gestão de Negócios, Controladoria e Finanças Corporativas. Foi gerente geral de várias agências do BB. Foi conselheira fiscal eleita da Previ. É presidente da AABB Goiânia.

Carlomagno Goebel (Mano) (suplente)

Bacharel em Administração, com pós-graduação em Gestão de Agronegócios. Participa das entidades de defesa dos funcionários. Presidente do Conselho Estadual das AABB (CESABB) do Rio Grande do Sul.

 

SEEB Floripa com informações da Contraf-CUT

 

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar