Coletivo Feminista do SEEB no 13º Mundos de Mulheres & Fazendo Gênero 11

DSCN0984No dia 03/08, a Secretaria de Organização das Trabalhadoras do Ramo Financeiro do SEEB participou do Fórum de Debates, eixo Trabalho, dentro da programação do 13º Mundo de Mulheres & Fazendo Gênero 11 realizado na Universidade Federal de Santa Catarina. As dirigentes Luciana Geroleti e Maria Cristina Steyer falaram sobre os Coletivos de Mulheres Bancárias, destacando a recente criação do Coletivo Feminista do SEEB, denominado “Bancárias em Luta”. Usando as camisetas do coletivo, as dirigentes lançaram a proposta do coletivo que terá atuação em duas frentes: Grupo de Estudos/Roda de Conversa e Grupo de Atividades, com destaque para a parceria com demais movimentos de mulheres.

O Coletivo Nacional de Bancárias, vinculado à CONTRAF-CUT, foi criado em 2013 e desde então se estimula que cada Sindicato/Federação crie o seu. Segundo Luciana, o objetivo do Coletivo Feminista Bancárias em Luta do Seeb é organizar bancárias e bancários numa perspectiva feminista com o objetivo de debater e propor políticas de gênero para o setor bancário. Para a dirigente, os coletivos são necessários porque são eles que devemmovimentar a agenda de gênero no movimento sindical, levando a discussão de gênero para as diversas secretarias do sindicato, para a base, traçando estratégias de luta e reivindicações. Para Maria Cristina, o Coletivo vem para somar esforços na luta das bancárias, que apesar de estarem numa categoria em que representam a metade, conforme mostram dados do DIEESE, ainda recebem cerca de 22% a menos que os homens, apesar de possuírem maior escolaridade.

DSCN1003

Segundo as dirigentes, a estrutura do Coletivo é formada por Grupo de Estudos/Roda de Conversa e Grupo de Atividades, ambos com atividades mensais, conforme Cronograma semestral que será divulgado previamente, e um Encontro Anual de Mulheres Bancárias a ser realizado no mês de Março.  O Grupo de Estudos /Roda de Conversa tem como objetivo dar base teórica para a reflexão feminista do Coletivo. O Grupo de Atividades visa participar, sozinho ou em parceria com demais movimentos de mulheres, de eventos/manifestações de caráter feminista e de reivindicação dos direitos das mulheres. Para as dirigentes, a parceria com os demais movimentos de mulheres,como a já firmada com a Marcha Mundial das Mulheres -SC permitirá criar uma agenda de lutas comuns que movimente a discussão de gênero no sindicato e na base.

Aberto a participação de todas as bancárias e bancários da base do Seeb Florianópolis e Região, o Coletivo se reunirá uma vez por mês nas dependências do Seeb. A primeira reunião ocorrerá no mês de Setembro. A data será divulgada posteriormente pelo site.

Além das dirigentes do SEEB também compunham a mesa a presidente do Sindicato das Trabalhadoras Domésticas de Salvador, Creuza Maria Oliveria e a Coordenadora da Licenciatura indigena na UFSC, Joziléia Daniza Jagso Kaingang. Creuza abordou o trabalho doméstico no Brasil e a luta das trabalhadoras e Joziléia falou sobre as artesãs indígenas.

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar