Santa Catarina se une à greve nacional contra a Reforma da Previdência

Paralisações e atos acontecem em todas as regiões do Estado durante esta quinta-feira (19) em defesa da aposentadoria

Escrito por: Pricila Baade

Desde a madrugada desta segunda-feira (19) em todo o Brasil trabalhadores e trabalhadoras estão mobilizados contra a Reforma da Previdência. Em Santa Catarina, atos e paralisações estão acontecendo em todas as regiões do estado em defesa da aposentadoria.

FLORIANÓPOLIS – A capital catarinense amanheceu sem ônibus, sem coleta de lixo e com rodovias interditadas. Durante a madrugada, militantes se mobilizaram para o fechamento das garagens das empresas de transporte coletivo de Florianópolis, São José, Biguaçu e Palhoça para garantir que nenhum ônibus saísse. O Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Urbano aderiu à greve nacional e, com isso, a grande Florianópolis ficará 24 horas sem ônibus circulando. Os bancos do centro de Florianópolis também estão paralisados nesta segunda-feira (19)

No início da manhã, o Sintrasem realizou uma assembleia da Comcap – responsável pelas limpezas das ruas e coleta de lixo em Florianópolis – em que os trabalhadores aprovaram a paralisação de 24 horas em defesa da aposentadoria.

Além disso, no fim da manhã os militantes fizeram uma passeata no centro de Florianópolis, saindo da praça de lutas e parando em frente ao prédio da Previdência Social. Com faixas, bandeiras e palavras de ordem a ação chamou a atenção de quem passava pelo centro sobre a importância de defender a aposentadoria. Um grande ato acontecerá às 16h, com concentração na Praça de Lutas.

OESTE – Em Chapecó, durante a manhã protestos aconteceram em frente à Havan, Itaú e Bradesco, para mandar o recado para os sonegadores de impostos, maiores devedores da Previdência Pública.

Em Xanxerê, devido a chuva o ato contra a Reforma da Previdência acontecerá no salão do centro comunitário da matriz, a partir das 13h.

MEIO-OESTE – Caçador também se uniu às lutas contra a Reforma da Previdência. Durante a manhã um ato aconteceu no Largo Caçanjure para chamar a atenção da população sobre o desmonte da previdência promovido pelo governo golpista de Temer.

Em Lages, durante a manhã os militante ocuparam o prédio da Previdência Social para protestarem contra a Reforma da Previdência. A partir das 14h, um ato acontece no local.

NORTE – Em Joinville, militantes ocuparam a frente dos bancos Itaú e Bradesco, para protestar contra os grandes sonegadores de impostos.  Durante o dia, serão feitas ainda ações em frente a empresa Tupy e o dia de lutas encerrará com um ato em frente a Praça da Bandeira, às 16h.

Em Jaraguá do Sul, uma ação com panfletagem foi realizada em frente à empresa WEG para chamar atenção dos trabalhadores para as terríveis consequências da Reforma da Previdência.

SUL – Durante a manhã, um ato aconteceu em frente ao INSS de Criciúma em defesa da aposentadoria.

VALE – Em Rio do Sul, um ato aconteceu em frente ao INSS durante a manhã Já em Blumenau, um ato está marcada para as 15h, em frente a Prefeitura.

Fonte Cut/SC

COMENTÁRIOS

Enviar

ENVIAR COMENTÁRIO

Para enviar um comentário você deve se registrar. Para isso use sua conta do Facebook.

ENTRAR COM FACEBOOK

ou se preferir use seu email pessoal

Esqueceu sua senha?

Enviar